A pesquisa mensal do comércio, divulgada pelo IBGE, registrou crescimento de 1,2% do volume de vendas na passagem de janeiro para fevereiro, interrompendo dois meses consecutivos de queda. O resultado foi puxado pela alta de 1,5% do seguimento hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que haviam caído em janeiro e fevereiro devido ao choque nos preços de proteínas. O resultado, no entanto, ainda não representa o fluxo maior nos supermercados causado pela crise do coronavírus

Na comparação interanual, o varejo cresceu 4,7%, o resultado deste mês está mais ligado à recuperação da atividade econômica que ocorria antes do surto – ajudada pela queda da taxa de juros e expansão de crédito que ocorreram a partir de julho de 2019. O resultado de março deverá mostrar forte contração pelas medidas restritivas adotadas por autoridades estaduais e municipais que ordenaram o fechamento da ampla maioria de atividades do comércio, em uma tentativa de diminuir a disseminação do covid-19.

                                       Vendas no Varejo - Crescimento acumulado em 12 meses (%)

                                              20 04 07

 

    

COMPARTILHE

face link