O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado nesta quarta-feira (20) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), caiu abaixo dos 50 pontos na leitura de junho, indicando a falta de segurança do empresariado brasileiro com relação às condições econômicas. O que nos meses anteriores se mostrava como uma redução do otimismo, agora se consolida como pessimismo, de fato, por conta dos prejuízos presentes e futuros trazidos pela greve dos caminhoneiros (e as soluções pouco eficientes oferecidas pelo Executivo Nacional) à economia e das incertezas políticas que rondam não apenas a atual presidência da República, mas a próxima também. O indicador de junho, que ficou em 49,6 pontos, não atingia valor tão baixo desde dezembro de 2016.