O Índice de Confiança do Comércio elaborado pela Fundação Getúlio Vargas caiu 4,1 pontos em maio, passando de 96,7 para 92,6 pontos, retornando aos níveis de novembro do ano passado. A queda no índice se deu por ocasião nas queda de ambos os índices que o compõe, de situação atual e de expectativas. O recuo na confiança do comércio se deve à percepção de desaceleração das vendas do setor. De acordo com os elaboradores do índice, a queda da percepção atual sinaliza para uma recuperação gradual e sujeita a contratempos nas vendas do setor de comércio.