O Monitor do PIB da Fundação Getúlio Vargas indica que a economia brasileira cresceu 1,0% no ano de 2017 após dois anos de retração consecutiva. O resultado positivo encontra explicações tanto pelo lado da oferta quanto pela demanda. Do lado da oferta o desempenho excelente da agropecuária, que cresceu 12,8% no ano, assim como a recuperação da indústria de transformação, que cresceu 1,8%, são os principais responsáveis pelo crescimento da economia. Também contribuíram para esse quadro pelo lado da oferta o desempenho da indústria extrativa e das atividades de comércio e transporte. Pelo lado da demanda, por sua vez, o crescimento de 1,1% do consumo das famílias e o crescimento das exportações por ocasião do crescimento econômico mundial foram os principais componentes a contribuir para o PIB positivo.

A projeção da MB Associados para o crescimento do PIB em 2017 é de 1,1%