O volume de serviços cresceu 1,0% em novembro, na série com ajuste sazonal, a primeira taxa positiva na margem desde junho de 2017. Na comparação interanual, a variação ainda foi negativa, de -0,7%, e, no acumulado em 12 meses, de -3,4%.As principais contribuições vieram dos setores de telecomunicações e transportes, dois com alta representatividade dentro da pesquisa.