O comércio varejista registrou crescimento nulo na margem em julho e de 3,1% na comparação com o mesmo período de 2016. O varejo ampliado, que inclui as vendas de veículos e motos, partes e peças e material de construção, cresceu 0,2% em relação a junho e 5,7% na comparação com julho de 2016. No acumulado em 12 meses, a taxa continua a subir, chegando a -2,3%. A maior alta na comparação interanual veio do setor de vestuário e calçados, com crescimento de 15,5%. As vendas de eletrodomésticos continuaram a contribuir fortemente para o resultado interanual, com um crescimento de 12,7%, acompanhado pelas vendas de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, com alta de 11,6%. No varejo ampliado, a venda de materiais de construção subiu 11,0% na mesma base de comparação.

logo footerACOMPANHANDO DE PERTO
O LADO REAL DA ECONOMIA

COMPARTILHE