O Relatório Focus de mercado, divulgado nesta segunda-feira (07), mostrou nova elevação da mediana das expectativas para a variação do IPCA em 2017, de 3,40% para 3,45%, indicando que uma parcela cada vez maior do mercado acredita que a alta dos impostos terá efeitos inflacionários líquidos em 2017. Para 2018, as expectativas estão ancoradas em 4,20%. Ao mesmo tempo, o mercado vê uma Selic menor no fim deste ano, em 7,50%, dado que a crise política revelou consequências mais benignas do que se antecipava sobre o comportamento produtivo. As perspectivas para o crescimento do PIB se mantiveram tanto para 2017 quanto para 2018, respectivamente 0,34% e 2,00%. As projeções para câmbio fim de período, por sua vez, mostraram apreciação, de R$/US$ 3,30 para R$/US$ 3,25 e de R$/US$ 3,43 para R$/US$ 3,40.

logo footerACOMPANHANDO DE PERTO
O LADO REAL DA ECONOMIA

COMPARTILHE